Treinamento Mental Esportivo: A Chave para Vencer as competições.

Quando pensamos em treinamento esportivo, muitas vezes nos concentramos no aspecto físico do jogo. Atletas passam incontáveis horas na academia, no campo ou na piscina, aprimorando suas técnicas e melhorando sua condição física. No entanto, o que muitas pessoas não percebem é o papel crítico que o treinamento mental desempenha nos esportes. Neste post do blog do instituto Intrepidus, exploraremos o que é o treinamento mental esportivo, como fazê-lo e quais habilidades mentais um atleta precisa para vencer nas competições e também na vida pessoal. 

Também veremos o que a ciência diz sobre treinamento mental esportivo e quais atletas famosos o incorporam às suas rotinas de treinamento. 

O que é Treinamento Mental Esportivo? O treinamento mental esportivo, também conhecido como coach esportivo, é o uso de técnicas de coach esportivo para melhorar o desempenho de um atleta. O principal objetivo do treinamento mental esportivo é melhorar as habilidades mentais de um atleta, o que por sua vez pode levar a um melhor desempenho, maior confiança e melhor bem-estar geral. O treinamento mental esportivo pode abranger uma variedade de técnicas, incluindo visualização, definição de objetivos, self talk positivo, relaxamento e atenção plena. Essas técnicas são projetadas para ajudar os atletas a gerenciar o estresse e a ansiedade, manter o foco nos seus objetivos e manter uma atitude positiva mesmo diante da adversidade.

Na minha vida esportiva, quando eu era atleta de judô e de wrestling no Brasil e nos Estados Unidos, eu fazia algumas habilidades mentais naturalmente sem ter nenhum conhecimento, depois de muitos anos, vim descobrir mais sobre essas habilidades. Muitos atletas já fazem algumas dessas habilidades sem nunca ter tido algum treinamento mental. Então neste blog, muitos irão se identificar com o que estou escrevendo.

Como fazer Treinamento Mental Esportivo? Existem várias maneiras de incorporar o treinamento mental esportivo na rotina de treinamento de um atleta. Aqui estão algumas das técnicas mais eficazes:

 1- Visualização: A visualização envolve mentalmente ensaiar uma habilidade ou cenário específicos na sua mente. Pode ajudar a construir confiança, foco e reduzir a ansiedade.Para praticar a visualização, sente-se em um lugar tranquilo e imagine-se realizando uma habilidade ou cenário específico em detalhes, incluindo como se sente, parece e soa. No Instituto Intrepidus possuímos um método de visualização que possui cinco fases. No qual usa-se âncoras personalizadas para desenvolver melhor a visualização do atleta. Lembro que em 2001 quando estava treinando para lutar o US Open de Judô em Las Vegas, geralmente todas as noites antes de dormir, eu me imaginava lutando a competição. Após aprender mais sobre visualização, hoje em dia não recomendo visualizar competições na hora de dormir, por que , muitas vezes após visualizar eu ficava sem vontade de dormir, acredito eu que quando visualizava na cama, eu deveria acionar a minha adrenalina, e depois ficava sem dormir. Hoje em dia, a minha sugestão é : antes de dormir, visualize o pódium. 

2- Definir objetivos: Definir objetivos envolve definir objetivos específicos, mensuráveis, alcançáveis, relevantes, com prazos, com avaliação da performance e prêmio definido. Pode ajudar a manter o foco, motivação e a acompanhar o seu progresso. Para definir objetivos, comece identificando o que deseja alcançar, em seguida, divida-o em etapas menores e alcançáveis. Sempre gostei de definir meus objetivos em cartazes no meu quarto. Hoje dia coloco um mural da vida extraordinária com fotos dos meus objetivos. 

3-  Self Talk positivo: O self talk positivo envolve usar afirmações positivas para melhorar a sua autoconfiança. Pode ajudar a manter-se motivado, calmo e focado. Para praticar o self talk positivo, repita afirmações positivas para si mesmo, como “sou capaz de alcançar meus objetivos”. No instituto Intrepidus o Self talk positivo é mais uma âncora usada para desenvolver a performance de atletas. Também usa-se a criação de um Mantra e alter ego que potencializa o self talk positivo. Eu gostava de falar frases do Jigoro Kano, lembro que no primeiro jogos escolares que fui campeão eu ficava repetindo a frase: “Quem teme perder, já está perdido” , hoje em dia eu reformularia esse self talk para : “Aqui e agora, vencendo desafios agora.”

4 – Relaxamento: Técnicas de relaxamento, como respiração profunda, meditação esportiva, podem ajudar a reduzir o estresse e o nervosismo pré competição. Para praticar relaxamento, encontre um lugar tranquilo para sentar ou deitar e concentre-se na sua respiração ou tensão e relaxamento de seus músculos, também é importante treinar técnicas de relaxamento em simulações de competição. Após ter lido o livro Deu Branco da PHD Sian Beilock aprendi que devemos praticar o relaxamento em situações de estresse. Essa é a minha dica. 

5- Atenção plena nos esportes: A atenção plena envolve estar presente e totalmente envolvido no momento. Pode ajudar a manter o foco, calma e atenção. Para praticar a atenção plena, concentre-se nos seus sentidos e sensações, como a sensação da sua respiração ou os sons ao seu redor. Quando fui atleta do projeto Bastos de Judô, o Sensei Umakakeba sempre nos chamava a atenção para viver o presente. 

Essas  habilidades mentais citadas acima, ajudam atletas a vencer as competições.Então essas habilidades desenvolvem: 

1- Foco: Atletas precisam ser capazes de manter o foco nos seus objetivos e desempenhar no seu melhor mesmo em situações de grande pressão. 

2- Resiliência: Atletas precisam ser capazes de voltar de derrotas e manter sua motivação e confiança. 

3- Autoconfiança: Atletas precisam acreditar em suas habilidades e ter confiança em seu desempenho.

4- Auto responsabilidade esportiva: Atletas precisam manter uma atitude positiva, mesmo diante da adversidade. Controle emocional: Atletas precisam ser capazes de gerenciar suas emoções, incluindo estresse, ansiedade e frustração, para se desempenharem no seu melhor. 

5- Motivação: Atletas precisam estar motivados para alcançar seus objetivos e se esforçar para melhorar. Motivando como? Elevando os valores positivos e o futuro positivo do atleta, e eliminando a procrastinação. 

O que a ciência diz sobre treinamento mental esportivo? Existe um corpo crescente de pesquisas que apoia a eficácia do treinamento mental esportivo. Estudos mostraram que atletas que incorporam treinamento mental em suas rotinas podem experimentar melhorias em seu desempenho, confiança e bem-estar geral. Por exemplo, um estudo publicado na revista Journal of Sports Sciences descobriu que jogadores de tênis que receberam treinamento de habilidades mentais, incluindo visualização e auto-falar positivo, melhoraram a precisão do serviço e reduziram o número de duplos erros. Outro estudo publicado na revista Journal of Applied Sport Psychology descobriu que nadadores universitários que receberam treinamento mental relataram menores níveis de ansiedade e maiores níveis de confiança em comparação com um grupo controle. 

O treinamento mental esportivo também foi mostrado para ter benefícios além do desempenho. Um estudo publicado na revista Journal of Clinical Sport Psychology descobriu que atletas universitários que receberam treinamento de habilidades mentais relataram menores níveis de estresse e maior satisfação com a vida em comparação com um grupo controle.

Quais atletas famosos fazem treinamento mental? Muitos atletas famosos incorporam treinamento mental às suas rotinas para melhorar seu desempenho. Aqui estão alguns exemplos:

1-  Michael Phelps: O atleta olímpico mais premiado de todos os tempos, Michael Phelps é conhecido por sua resistência mental e técnicas de visualização. Ele supostamente usou visualização para se preparar para corridas e focou em self talk positivo para se manter motivado. 

2-Serena Williams: Uma das maiores jogadoras de tênis de todos os tempos, Serena Williams é conhecida por sua resistência mental e resiliência. Ela creditou a visualização, a definição de objetivos e o auto-falar positivo por ajudá-la a manter o foco e motivação.

3- Kobe Bryant: O falecido astro da NBA Kobe Bryant era conhecido por seu intenso foco e resistência mental. Ele supostamente usou visualização e técnicas de atenção plena para se preparar para jogos e ficar calmo sob pressão.

4- Simone Biles: A ginasta olímpica Simone Biles é conhecida por sua resistência mental e capacidade de desempenhar sob pressão. Ela creditou a visualização, o self talk positivo e as técnicas de relaxamento por ajudá-la a manter o foco e calma durante as competições.

Concluindo, o treinamento mental esportivo é um componente crítico da rotina de treinamento de um atleta. Ao incorporar técnicas como visualização, definição de objetivos, self talk positivo, relaxamento e atenção plena, os atletas podem melhorar suas habilidades mentais e aprimorar seu desempenho. A evidência científica apóia a eficácia do treinamento mental esportivo e muitos atletas famosos o incorporaram às suas rotinas para alcançar o sucesso. Então, se você for um atleta procurando levar seu desempenho ao próximo nível, considere incorporar o treinamento mental esportivo à sua rotina de treinamento. O instituto Intrepidus possui um treinamento mental que vem dando resultados em grandes competições internacionais. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *